top of page

Onde está o passado que ainda hoje amo?

A mudança dos ventos,

Anuncia a tragédia,

É a chegada do fim dos tempos;

Uma sádica comédia,

Que arrebata dos pulmões,

O ar sagrado,

Com carinho lembrado,

No âmago dos corações.

A alegria, a partir desse momento,

Não passa de amarga memória,

Pois não a podemos ter.

Hoje, seria grande alento,

Ontem, seria só mais uma bóia,

No grande e profundo mar,

Que um dia foi o sublime modo de se viver;

Hoje, nele estou a navegar,

Mas as rubras águas do oceano,

Somente necropraias e desgraças têm a me mostrar.

Onde está o passado que ainda hoje amo?


JOÃO MIGUEL SALEK FERREIRA

Olá aos estimados leitores! Me chamo João Miguel, e atualmente estou no primeiro ano do ensino médio 2021. Trabalho minha escrita desde 2016 (comecei com 12 anos). Faço como passatempo puramente, portanto, peço aos poetas mais experientes que perdoem minha poesia de praça da boa vista. Sonho em um dia ser professor de história.

98 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Escute

bottom of page